Análise crítica da cadeia produtiva da reciclagem no município do Rio de Janeiro: estudo de caso das cooperativas COOPGALEÃO, COOPQUITUNGO, COOTRAUMB e COOPLIMPAR

Carlos Eduardo Soares Canejo Pinheiro da Cunha, Camila Emanuele Vieira da Silva Souza

Resumo


Devido à complexidade de gerir resíduos sólidos urbanos, é de suma importância que as prefeituras e a sociedade busquem parcerias com o intuito de reduzir o volume de materiais passiveis de recuperação, encaminhados, desnecessariamente, para aterros sanitários ou vazadouros. Este artigo almeja realizar uma análise crítica da cadeia produtiva de reciclagem do município do Rio de Janeiro, por meio da verificação dos quantitativos e tipologias de materiais recicláveis de quatro cooperativas de catadores (CoopGaleão, CoopQuitungo, Cootramub e Cooplimpar), localizadas na Zona Norte do município. Com o estudo proposto, serão identificadas as principais dificuldades para a adequação das cooperativas às normas e legislações ambientais vigentes. Através dos resultados obtidos, pretende-se discutir preliminarmente algumas pautas relevantes para a construção de políticas públicas mais eficientes para a gestão de resíduos no município do Rio de Janeiro.
Palavras-chave: cadeia produtiva de reciclagem, material reciclado, políticas públicas e cooperativas de catadores.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.