As cidades globais e megaeventos: um diagnóstico na produção dos sentidos

Monica Christina Pereira de Sousa, Vania Oliveira Fortuna

Resumo


Este trabalho propõe uma reflexão crítica sobre cidade, megaeventos e produção de sentidos. Mídia e governo constroem um consenso discursivo sobre o projeto neoliberal de cidade implementado no Rio de Janeiro, aprisionando a polissemia de sentidos da cidade num sentido único: o de cidade global. Os megaeventos esportivos, sobretudo os Jogos Olímpicos, atuam como estratégia discursiva de legitimação das grandes intervenções urbanas ocorridas na cidade, visto que são catalisadores de investimentos e têm forte apelo simbólico, exacerbando sentimentos de pertencimento e patriotismo. Para entendermos como os megaeventos tornaram-se estratégias espaciais e discursivas da política urbana global neoliberal, apresentamos um debate teórico sobre cidades globais.

Palavras-chave: comunicação e culturas urbanas; megaeventos; cidades globais; produção de sentidos.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.